Brasília

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Brasília (desambiguação).
Brasília
"Capital Federal"
"Capital da Esperança"
"Cidade-Parque"
"Capital Mundial das Águas"
Da esquerda para a direita: Congresso Nacional do Brasil, Ponte JK, Eixo Monumental, Palácio da Alvorada e Catedral Metropolitana de Brasília.

Da esquerda para a direita: Congresso Nacional do Brasil, Ponte JK, Eixo Monumental, Palácio da Alvorada e Catedral Metropolitana de Brasília.
Bandeira de Brasília
Brasão de Brasília
BandeiraBrasão
Hino
Aniversário21 de abril
Fundação21 de abril de 1960 (57 anos)
Gentílicobrasiliense
LemaVenturis ventis
"Aos ventos que hão de vir"
Padroeiro(a)Nossa Senhora Aparecida[1]
Localização
Brasília está localizado em: Brasil
Brasília
Localização de Brasília no Brasil
15° 47' 38" S 47° 52' 58" O15° 47' 38" S 47° 52' 58" O
Unidade federativa Distrito Federal
Região
intermediária

Distrito Federal IBGE/2017[2]

Região
imediata

Distrito Federal IBGE/2017[2]

Região metropolitanaDistrito Federal e Entorno
Municípios limítrofesÁguas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Cristalina, Formosa, Novo Gama, Santo Antônio do Descoberto, Padre Bernardo, Planaltina, Valparaíso de Goiás e Cabeceira Grande.
Características geográficas
Área5 779,997 km² (BR: 259º)[3]
População3 039 444 hab. (BR: 3º) –  estatísticas IBGE/2017[4]
Densidade525,86 hab./km²
Altitude1171 m[5]
ClimaTropical Aw[6]
Fuso horárioUTC−3
Indicadores
IDH-M0,824 muito elevado PNUD/2010[7]
PIBR$ 215 613 024,76 mil (BR: 3º) – IBGE/2015[8]
PIB per capitaR$ 73 971,05 IBGE/2015[8]
Página oficial
Governowww.brasilia.df.gov.br

Brasília (AFI[bɾaˈziljɐ]) é a capital federal do Brasil e a sede do governo do Distrito Federal.[9] A capital está localizada na região Centro-Oeste do país, ao longo da região geográfica conhecida como Planalto Central. Segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2017, sua população era de 3 039 444 habitantes (4 284 676 em sua área metropolitana), sendo, então, a terceira cidade mais populosa do país.[10][nota 1] Brasília é também a quinta concentração urbana mais populosa do Brasil.[13] A capital brasileira é a maior cidade do mundo construída no século XX.[14]

A cidade possui o maior produto interno bruto per capita em relação às capitais,[15] o quarto maior entre as principais cidades da América Latina e cerca de três vezes maior que a renda média brasileira.[16] Como capital nacional, Brasília abriga a sede dos três poderes da República (Executivo, Legislativo e Judiciário) e 127 embaixadas estrangeiras.[17] A política de planejamento da cidade, como a localização de prédios residenciais em grandes áreas urbanas, a construção da cidade através de enormes avenidas e a sua divisão em setores, tem provocado debates sobre o estilo de vida nas grandes cidades no século XX. O projeto da cidade a divide em blocos numerados, além de setores para atividades pré-determinadas, como o Setor Hoteleiro, Bancário ou de Embaixadas.

O plano urbanístico da capital, conhecido como "Plano Piloto", foi elaborado pelo urbanista Lúcio Costa, que, aproveitando o relevo da região, adequou-o ao projeto do lago Paranoá, concebido em 1893 pela Missão Cruls.[18] A cidade começou a ser planejada e desenvolvida em 1956 por Lúcio Costa e pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com cálculos estruturais do engenheiro Joaquim Cardoso.[19] Inaugurada em 21 de abril de 1960, pelo então presidente Juscelino Kubitschek, Brasília tornou-se formalmente a terceira capital do Brasil, após Salvador e Rio de Janeiro. Vista de cima, a principal área da cidade se assemelha ao formato de um avião, porém foi projetada em formato de borboleta.[20][21] A cidade, comumente referida como "Capital Federal" ou "BSB", é considerada um Patrimônio Mundial pela UNESCO, devido ao seu conjunto arquitetônico e urbanístico[22] e possui a maior área tombada do mundo, com 112,5 quilômetros quadrados.[23][24]

A cidade tem um estatuto único no Brasil, já que é uma divisão administrativa distinta de um município legal, como outras cidades brasileiras, semelhante ao que acontece com Washington, D.C., nos Estados Unidos, e com Camberra, na Austrália. A palavra "Brasília" é usada como um sinônimo do Distrito Federal como um todo por meio de sinédoque; no entanto, o DF é composto de 31 regiões administrativas, das quais apenas uma é o centro da entidade: a Região Administrativa I, que é basicamente formada pelo Plano Piloto e pelo Parque Nacional de Brasília. Publicações demográficas geralmente não fazem esta distinção e listam a população brasiliense como sinônimo da população do DF, considerando-se o conjunto como uma única entidade. O Distrito Federal, acumula características de município e estado, sendo que as suas outras regiões administrativas, também chamadas "cidades-satélites", não são tratadas como municípios.

Gentílico

"Brasiliense" é o nome que se dá a quem nasceu em Brasília. "Candango" é outro termo utilizado para designar os brasilienses, sendo, originalmente, usado para se referir aos trabalhadores que, em sua maioria provenientes da Região Nordeste do Brasil,[25] migravam à futura capital para trabalhar em sua construção. Uma das vertentes etimológicas diz que o termo "candango" vem do termo quimbundo kangundu, diminutivo de kingundu (ruim, ordinário, vilão). Era o termo usado pelos africanos para designar os portugueses.[26][27]

De acordo com o dicionário Michaelis, "candango" significa: "trabalhador, estudante vindo de fora da região para estabelecimento de residência. Nome com que se designam os trabalhadores comuns que colaboraram na construção de Brasília."[28]