Botswana
English: Botswana

Republic of Botswana (inglês)
Lefatshe la Botswana (tswana)

República do Botswana
Bandeira do Botsuana
Brasão de armas do Botsuana
BandeiraBrasão de Armas
Lema: "Pula" (Tswana), Chuva
Hino nacional: "Fatshe leno la rona"
("Que esta Terra Nobre seja abençoada")
Gentílico: bechuano(a), botsuanense, botsuano(a), botsuanês(a)[1]

Localização Botsuana

Capital25° 55' E
Cidade mais populosaGaborone
Língua oficialInglês e tswana
GovernoRepública presidencialista
 - PresidenteMokgweetsi Masisi[2]
 - Vice-presidenteSlumber Tsogwane
 - Presidente do ParlamentoGladys Kokorwe
Independênciado Reino Unido 
 - Data30 de setembro de 1966 
Área 
 - Total581 730 km² (45.º)
 - Água (%)2,5
 FronteiraNamíbia (N e W), Zimbábue (E), África do Sul (S) e Zâmbia (N)
População 
 - Estimativa para 20162 250 260[3] hab. (145.º)
 - Densidade3,7 hab./km² (231.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2017
 - TotalUS$ 39 054 bilhões *[4] 
 - Per capitaUS$ 15 981[4] 
PIB (nominal)Estimativa de 2017
 - TotalUS$ 15 564 bilhões *[4] 
 - Per capitaUS$ 7 749[4] (116.º)
IDH (2017)0,717 (101.º) – alto[5]
Gini (1993)63,0[6]
MoedaPula (BWP)
Fuso horário(UTC+2)
 - Verão (DST)não observado (UTC+2)
ClimaSemiárido e árido
Org. internacionaisONU, UA, SADC, UAAA, Comunidade das Nações
Cód. ISOBWA
Cód. Internet.bw
Cód. telef.+267
Website governamentalwww.gov.bw

Mapa Botsuana

Botswana[nota 1] ou Botsuana[nota 2], oficialmente República do Botswana/Botsuana (em inglês: Republic of Botswana; em tswana: Lefatshe la Botswana), é um país sem costa marítima da África Austral. Anteriormente um protetorado britânico chamado Bechuanalândia, adotou seu novo nome após tornar-se independente, em 30 de setembro de 1966. Desde sua independência, o país teve governos democráticos e eleições ininterruptas, sem sofrer qualquer golpe de estado. Sua capital é Gaborone, que é também a maior cidade do país.

O relevo do Botswana é plano e sua superfície é coberta em até 70% pelo deserto de Kalahari. Faz fronteira com a África do Sul a sul e sudeste, a Namíbia a oeste e ao norte e o Zimbabwe a nordeste. Sua fronteira com a Zâmbia ao norte, perto de Kazungula, não é bem definida, mas uma curta faixa de aproximadamente 750 metros, ao longo do rio Zambeze, com travessia feita por ferry-boat, é comumente usada para marcar a fronteira com este país.[21]

O Botswana é um dos países mais escassamente povoados no mundo, sendo habitado por pouco mais de 2 milhões de habitantes. Quando conquistou a independência do Reino Unido, em 1966, a nação era uma das mais pobres do mundo, com um PIB per capita de cerca de 70 dólares por ano. Desde então, o Botswana transformou-se numa das economias de mais rápido crescimento no continente, com um PIB per capita de cerca de 16.400 dólares em 2013, um alto rendimento nacional bruto, o quarto maior da África, dando ao país um padrão de vida modesto.[22][23]

Botswana é um membro da União Africana, a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral, da Comunidade de Nações e das Nações Unidas. Apesar de sua estabilidade política e relativa prosperidade socioeconômica, o país está entre as mais atingidas pela epidemia do HIV/AIDS, sendo que estima-se que cerca de um quarto da população esteja infectada.[24]

Etimologia

Os primeiros exploradores ocidentais, a partir do final do século XVIII, deram à região o nome de um povo local, chamando-a de Bechuanaland (em português, "Bechuanalândia"[25]), "Bechuana" sendo a corruptela anglicizada de nome formado, na língua local, pelo prefixo bo (país) ou ba (povo) e pelo radical Tswana (nome de um povo soto dos bantos meridionais), acrescentado, pelos ingleses, do sufixo inglês land ("terra"). A designação colonial foi substituída pela forma oficial "Botswana" após a independência do país.

Em português

A forma vernácula do nome do país em português preconizada pelo Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, pelo Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Porto Editora, bem como pelo Portal da Língua Portuguesa[15] e pelos dicionários brasileiros Houaiss[25] e Aurélio,[26] pelo dicionário português Priberam,[27] pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil[28] e pela Comissão Europeia[29] é "Botsuana" (substituindo o "w" da grafia original por "u" na forma em português).

Por outro lado, a grafia original, "Botswana", também encontra respaldo em dicionaristas[10] e em diferentes veículos de comunicação e autores lusófonos.

Os gentílicos para o país são botsuano,[25] botswano, botsuanense[30] ou botsuanês,[25][26] ademais das alternativas bechuano e botsuanense.[25]