Batán Grande
English: Batán Grande

Batán Grande
Sicán
Localização atual
Coordenadas6° 28' 12" S 79° 47' 45" O
País Peru
Região Região de Lambayeque
Dados históricos
Fundação900
Abandono1100

O sítio arqueológico monumental Batán Grande (também chamado de Sican) está localizado a 41 km ao norte de Chiclayo, no Departamento de Lambayeque na Costa norte do Peru. É o mais importante complexo arquitetônico da Cultura lambayeque e data dos séculos VIII a XII de nossa era. É composto por 20 pirâmides truncadas que atingem alturas superiores a 30 metros e que são complementadas por grandes plataformas. Destacam-se as Huacas Del Oro, La Ventana, La Merced, Botija, Rodillona, todas construídas de Adobe e que continham túmulos com objetos de metal e cerâmicas de ótimo acabamento artístico. Na Huaca del Oro o arqueólogo nipo-americano Izumi Shimada encontrou a sepultura de um alto dignitário lambayeque que denominou Senhor de Sican (entre 1991 e 1992). [1]

Batan Grande deve ter sido um grande centro de produção de metalurgia e ourivesaria, talvez o mais importante no Antigo Peru; exemplos esplêndidos desta arte são as facas cerimoniais (Tumi) e as máscaras funerárias. [2] Na decoração destes objetos é a representação recorrente de uma divindade antropomórfica com características de aves, que alguns estudiosos identificam com Naylamp personagem mencionado nas crônicas espanholas como fundador de Lambayeque. [3]

Foi declarado Patrimônio Cultural da Nação pela Resolução Nacional Diretora N ° 057 emitida pelo Instituto Nacional de Cultura (atual Ministério da Cultura do Peru), 16 janeiro de 2009. [4]

Etimologia

O nome refere-se ao grande número de pedras planas e redondas (batanes) encontradas na área, instrumentos que foram usados nos tempos pré-hispânicos para moer minerais. [5] Mas sabe-se que a área era antigamente conhecida como Sicán, Signán ou Shinán, no idioma antigo muchik (cujo significado é morada da lua). [6]