Austrália

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Austrália (desambiguação).
Commonwealth of Australia
Comunidade da Austrália
Bandeira da Austrália
Brasão de Armas da Austrália
BandeiraBrasão de armas
Lema: não tem
(antigamente: Advance Australia)
Hino nacional: Advance Australia Fair
Gentílico: australiano(a)

Localização da Austrália

Localização da Austrália em verde escuro; o Território Antártico Australiano, reivindicado pelo país, em verde claro.
Australia map maritime zones.png
Territórios ultramarinos da Austrália
CapitalCamberra
35°18'S 149°08'E
Cidade mais populosaSydney
Língua oficialInglês (de facto)N1
GovernoMonarquia constitucional e democracia federal parlamentar
 - MonarcaIsabel II
 - Governador-geralPeter Cosgrove
 - Primeiro-ministroScott Morrison
 - Presidente do Supremo TribunalRobert French
Independênciado Reino Unido 
 - Constituição1 de janeiro de 1901 
 - Estatuto de Westminster11 de dezembro de 1931 
 - Acto de adopção do Estatuto de Westminster9 de outubro de 1942 (efectivamente em 3 de setembro de 1939
 - Acto da Austrália3 de março de 1986 
Área 
 - Total7 692 024[1] km² (6.º)
 - Água (%)1
População 
 - Estimativa para 201325 048 820[2] hab. (53.º)
 - Censo 200619 855 288 hab. 
 - Densidade2,96 hab./km² (235.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2014
 - TotalUS$ 1,100 trilhão*[3] (18.º)
 - Per capitaUS$ 46 630[3] (12.º)
PIB (nominal)Estimativa de 2014
 - TotalUS$ 1,482 trilhão*[3] (13.º)
 - Per capitaUS$ 62 821[3] (5.º)
IDH (2017)0,939 (3.º) – muito elevado[4]
Gini30,5[5]
MoedaDólar australiano (AUD)
Fuso horárioVários
 - Verão (DST)Vários
ClimaOceânico, árido e tropical
Org. internacionaisOCDE, ONU, OMC, Commonwealth, G20, APEC
Cód. ISOAUS
Cód. Internet.au
Cód. telef.+61
Website governamentalwww.australia.gov.au

Mapa da Austrália

¹ A Língua inglesa é de facto a língua falada, porém não tem estatuto de jure.

Austrália (em inglês: Australia, pronunciado: ɒˈstreɪliə, ə-, coloquialmente: -jə), oficialmente Comunidade da Austrália (em inglês: Commonwealth of Australia), é um país do hemisfério sul, localizado na Oceania, que compreende a menor área continental do mundo[6][7] ("continente australiano"), a ilha da Tasmânia e várias ilhas adjacentes nos oceanos Índico e Pacífico. O continente-ilha, como a Austrália por vezes é chamada, é banhado pelo oceano Índico, ao sul, e a oeste pelo mar de Timor, mar de Arafura e Estreito de Torres, a norte, e pelo mar de Coral e mar da Tasmânia, a leste. Através destes mares, tem fronteira marítima com a Indonésia, Timor-Leste e Papua-Nova Guiné, a norte, e com o território francês da Nova Caledónia, a leste, e a Nova Zelândia a sudeste.

Durante cerca de quarenta mil anos antes da colonização europeia iniciada no final do século XVIII, o continente australiano e a Tasmânia eram habitadas por cerca de 250 nações individuais de aborígenes.[8][9] Após visitas esporádicas de pescadores do norte e pela descoberta europeia por parte de exploradores holandeses em 1606,[10] a metade oriental da Austrália foi reivindicada pelos britânicos em 1770 e inicialmente colonizada por meio do transporte de presos para a colônia de Nova Gales do Sul, fundada em 26 de janeiro de 1788. A população aumentou de forma constante nos anos seguintes, o continente foi explorado e, durante o século XIX, outros cinco grandes territórios autogovernados foram estabelecidos.

Em 1 de janeiro de 1901, as seis colônias se tornaram uma federação e a Comunidade da Austrália foi formada. Desde a Federação, a Austrália tem mantido um sistema político democrático liberal estável e continua a ser um reino da Commonwealth. A população do país é de 23,4 milhões de habitantes, com cerca de 60% concentrados em torno das capitais continentais estaduais de Sydney, Melbourne, Brisbane, Perth e Adelaide. Sua capital é Camberra, localizada no Território da Capital Australiana.

Tecnologicamente avançada e industrializada, a Austrália é um próspero país multicultural e tem excelentes resultados em muitas comparações internacionais de desempenhos nacionais, tais como saúde, esperança de vida, qualidade de vida, desenvolvimento humano, educação pública, liberdade econômica, bem como a proteção de liberdades civis e direitos políticos.[11] As cidades australianas também rotineiramente situam-se entre as mais altas do mundo em termos de habitabilidade, oferta cultural e qualidade de vida. A Austrália é o país com o segundo maior índice de desenvolvimento humano do mundo (IDH).[12] É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), G20, Comunidade das Nações, ANZUS, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), bem como a Organização Mundial do Comércio (OMC).

Etimologia

Pronunciado em inglês australiano como [əˈstɹæɪljə, -liə],[13] o nome Austrália vem da palavra em latim australis, que significa "austral", ou seja, "do sul"; e sua origem data de lendas do século II sobre a "terra desconhecida do sul" (terra australis incognita). O país tem sido chamado coloquialmente como Oz desde o início do século XX.N2 Aussie é um termo comum e coloquial para "australiano".N3

Lendas de uma "terra desconhecida do sul" (terra australis incognita) remontam à época romana e eram comuns na geografia medieval, mas não eram baseadas em qualquer conhecimento documentado do continente. O primeiro uso da palavra na Australia em inglês foi em 1625, em "A note of Australia del Espíritu Santo, escrito por Master Hakluyt" e publicado por Samuel Purchas em Hakluytus Posthumus.[14] A forma adjetiva holandesa Australische foi usada pelos holandeses funcionários da Companhia Britânica das Índias Orientais, em Batavia (atual Jacarta, na Indonésia) para se referir à terra recém-descoberta no sul em 1638. O termo Austrália foi utilizado em 1693 uma tradução de Les Aventures de Jacques Sadeur dans la Découverte et le Voyage de la Terre Australe, um romance francês de 1676 de Gabriel de Foigny, sob o pseudônimo de Jacques-Sadeur.[15] Alexander Dalrymple utilizou o termo em An Historical Collection of Voyages and Discoveries in the South Pacific Ocean (1771), referindo-se a toda a região Sul do Pacífico. Em 1793, George Shaw e Sir James Smith publicaram Zoology and Botany of New Holland, na qual escreveram sobre "a ilha grande, ou melhor, os continentes, da Austrália, Australásia ou Nova Holanda".[16] A palavra também apareceu em um gráfico de 1799 de James Wilson.[17]

O nome Austrália foi popularizado por Matthew Flinders, que usou o nome que seria formalmente aprovado em 1804. Ao elaborar o seu manuscrito e as cartas para o seu A Voyage to Terra Australis de 1814, ele foi convencido por seu patrono, Sir Joseph Banks, a usar o termo Terra Australis pois este era o nome mais familiar ao público. Flinders fez isso, mas permitiu-se a uma nota de rodapé:

Esta é a única ocorrência da palavra Austrália no texto; mas no Apêndice III de General remarks, geographical and systematical, on the botany of Terra Australis, de Robert Brown, o autor faz uso da forma adjetiva australiano,[19] o primeiro uso dessa forma.[20] Apesar da concepção popular, o livro não foi determinante na adoção do nome: o nome veio gradualmente a ser aceito nos dez anos seguintes.[21] Lachlan Macquarie, um governador da Nova Gales do Sul, em seguida usou o termo em seus despachos para a Inglaterra, e em 12 de dezembro de 1817 recomendou ao Instituto Colonial que fosse formalmente adotado.[22] Em 1824, o Almirantado concordou que o continente deveria ser conhecido oficialmente como Austrália.[23]