Anastácio I Dicoro

Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Anastácio I.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Anastácio I
Augusto
Semissis-Anastasius I-sb0007.jpg
Semisse de Anastácio I
Reinado11 de abril de 491 - 9 de julho de 518
ConsorteAriadne
Antecessor(a)Zenão
Sucessor(a)Justino I
DinastiaLeonina
Nome completo
Flavius Anastasius Augustus
Nascimentoc. 430
 Dirráquio (atual Durrës, na Albânia)
Morte9 de julho de 518 (88 anos)
 Constantinopla
EnterroIgreja dos Santos Apóstolos, Constantinopla
Filho(s)Sem filhos
PaiPompeu
MãeAnastácia Constantina

Anastácio I (em latim: Flavius Anastasius Augustus, em grego: Ἀναστάσιος; transl.: Anastásios) foi imperador bizantino de 491 até à sua morte em 518. Durante o seu reinado, a fronteira oriental romana foi extensivamente refortificada, incluindo a construção de Dara, uma fortaleza construída especialmente para se contrapor à fortaleza sassânida de Nísibis. Foi também sob seu comando que se construiu uma das mais fortificadas cidades medievais no Adriático, o Castelo de Dirráquio.

Seu reinado foi marcado por guerras externas (Império Sassânida, a leste; eslavos e búlgaros a oeste) e internas (contestação de Longino, irmão de Zenão, e a controvérsia monofisita).

Contexto e características pessoais

Anastácio nasceu na cidade de Dirráquio em data desconhecida, mas acredita-se que não tenha sido depois de 430 ou 431, numa família ilíria[1], filho de Pompeu (n. c. 370), nobre local, e sua esposa Anastácia Constantina (n. ca. 410). Sua mãe era ariana, irmã de Clearco, também ariano, e neta por parte de pai de Galo (n. ca. 370), filho de Anastácia (n. ca. 352) e seu marido. Esta, por sua vez, era filha de Flávio Cláudio Constâncio Galo (césar 351-354) com a esposa-prima Constantina (filha de Constantino).[2]

Anastácio tinha um olho negro e outro azul (heterocromia)[3] e, por isso, ganhou a alcunha de Dicorus (em grego: Δίκορος - "duas-pupilas").