América

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja América (desambiguação).
América

Mapa da América


Localização da América no globo terrestre.
VizinhosÁfrica, Europa, Ásia e Antártida
Divisões 
 - Países35
 - Dependências18
Área 
 - Total42 189 120 km²
 - Maior país Canadá (9 984 670 km²)
 - Menor país São Cristóvão e Nevis (261 km²)
Extremos de elevação 
 - Ponto mais altoAconcágua (6 962m nmm)
 - Ponto mais baixoLaguna del Carbón
(-105m nmm)
População 
 - Total902 892 047 habitantes
 - Densidade21 hab./km²
Idiomasespanhol, inglês, português, francês, neerlândes (holandês), guarani, aimará e quíchua.

América (algumas vezes usado o termo Américas) (em aimará: Amërika, em espanhol: América, em francês: Amérique, em guarani: Amérika, em inglês: Americas, em neerlandês: Amerika, em quéchua: Amirika) é o continente localizado no hemisfério ocidental e que se estende, no sentido norte-sul, desde o oceano Ártico até o cabo Horn, ao longo de cerca de 15 mil quilômetros. O seu extremo oriental insular (não-continental) encontra-se na Groenlândia, o Nordostrundingen, enquanto o ocidental localiza-se nas Aleutas. Já os extremos continentais (não-insulares) são o cabo Príncipe de Gales, o extremo ocidental, no Alasca, e a ponta do Seixas, extremo oriental, no estado brasileiro da Paraíba. A América compõe-se de duas massas de dimensões continentais (as Américas do Norte e do Sul) ligadas por um istmo (o istmo do Panamá) que é cortado por um canal (o canal do Panamá). Além dessas divisões, há os conceitos das chamadas América Central e Mesoamérica.

Os três maiores países da América, Canadá, Estados Unidos e Brasil, são também as maiores economias, que estão entre as dez maiores do mundo. Com uma área de 42 189 120 km² e uma população de mais de 902 milhões de habitantes, corresponde a 8,3% da superfície total do planeta, ou 28,4% das terras emersas, e a 14% da população humana. Localizada entre o oceano Pacífico e o Atlântico, a América inclui o mar do Caribe e a Groenlândia, mas não a Islândia, por razões históricas e culturais.

Também é conhecida pela expressão "Novo Mundo", neste caso em oposição à Eurafrásia, considerada o "Velho Mundo", e à Oceania, chamada de "Novíssimo Mundo". A maioria dos estudiosos aponta o nome do navegador italiano Américo Vespúcio como origem etimológica do topônimo "América", cujo gentílico é "americano".[1]

A América é geralmente dividida em (América do Norte, América Central e América do Sul). Contudo os países anglófonos, por influência dos Estados Unidos, costumam usar o termo Américas para definir o continente, subdividindo-o não em três partes mas em dois continentes: América do Norte e América do Sul. No entanto, a visão predominante pelas várias línguas do mundo é a definição de América como sendo um único continente.[2]

Etimologia e uso

José Pedro Machado[3] é inequívoco ao apontar como origem do topônimo "América" o prenome do navegador italiano Américo Vespúcio. Segundo Machado, o termo já aparece na obra Cosmographiae introductio, de 1507, de autoria de Martin Waldseemüller, em que, ao lado de cartas escritas por Vespúcio, consta um mapa no qual as terras do nordeste brasileiro - cuja descoberta Waldseemüller erroneamente atribuiu a Vespúcio - estão indicadas como Americi Terra vel America (do latim "Terras de Américo ou América"). A forma foi passada para o feminino por paralelismo com os outros continentes. Quanto ao registro desta forma em língua portuguesa, Machado aponta o texto Lusitânia Transformada, de Fernão Álvares do Oriente (1607).

O Dicionário Houaiss registra a primeira aparição do gentílico "americano" em 1679.