Alfred Jules Ayer

Alfred Jules Ayer
Nascimento29 de outubro de 1910
Londres
Morte27 de junho de 1989 (78 anos)
Londres
CidadaniaReino Unido
Alma materChrist Church, Eton College
Ocupaçãofilósofo da ciência, pedagogo, filósofo, professor
Influências
EmpregadorUniversity College London
Movimento estéticoateísmo, Positivismo lógico
Religiãoateísmo

Alfred Jules Ayer (Londres, 29 de outubro de 1910Londres, 27 de junho de 1989) foi um educador e filósofo britânico, proponente do positivismo lógico. Filho de pai suíço e mãe belga, Ayer estudou no Reino Unido, em Eton e Oxford. Foi professor na Universidade de Londres entre 1946 e 1959, onde teve a cátedra de Filosofia da Mente e Lógica.

Vida e Obra

Depois de se formar em Oxford, em 1932, estudou em Viena durante um ano, antes de regressar a Oxford e divulgar em Inglaterra a obra e a filosofia do Círculo de Viena. O seu trabalho principal foi "Language, Truth and Logic", editado em 1936, constituiu a apresentação do positivismo a um público mais vasto de língua inglesa. Seguiu-se-lhe "The Fundations of Empirical Knowledge", em 1940. Em 1956 publicou "The Problem of Knowledge", uma introdução à epistemologia que exerceu uma grande influência. Nos últimos anos, Ayer voltou-se cada vez mais para a história da filosofia, escrevendo livros sobre Moore e Russel, o pragmatismo, Hume e Voltaire. [1]

Ayer teve também um papel proeminente na visa política da Grã-Bretanha, escrevendo para o público em geral, e abraçou uma quantidade de causas liberais.