A Ideia Perigosa de Darwin

Darwin's Dangerous Idea
Darwin's Dangerous Idea
A Ideia Perigosa de Darwin (PT)
A Perigosa Ideia de Darwin (BR)
Autor(es)Daniel Dennett
AssuntoEvolução, Ética
EditoraSimon & Schuster
Lançamento1995
ISBN068482471X
Edição portuguesa
TraduçãoÁlvaro Augusto Fernandes
EditoraTemas e Debates
Lançamento2001
Páginas588
ISBN9727593852
Edição brasileira
EditoraRocco
Lançamento1998
Páginas609
ISBN8532508006
Cronologia
Consciousness Explained
Kinds of Minds: Toward an Understanding of Consciousness

A Ideia Perigosa de Darwin (em Portugal)[1] ou A Perigosa Ideia de Darwin (no Brasil),[2][3] Darwin's Dangerous Idea no original em inglês, é um livro da autoria de Daniel C. Dennett (1995) que explora os efeitos que a teoria da evolução de Charles Darwin terá produzido no pensamento filosófico ocidental.

Segundo o autor, a teoria de Darwin sugere que a vida no planeta Terra foi produzida por um processo algorítmico absolutamente cego, enquanto pensadores da época de Darwin defendiam que só Deus poderia criar todas as coisas concebidas.

Através da seleção natural, a concepção e a própria noção de Deus seriam criadas a partir de coisas mais simples. Através da biologia, Darwin teria encontrado uma solução para um problema de filosofia antiga: as origens da concepção.

Gruas e Ganchos Celestes

Dennett introduz termos como "gruas" (mecanismos que produzem concepção de baixo para cima sem a necessidade de uma entidade superior) e " Ganchos Celestes" (mecanismos que criam concepção por meios milagrosos), colocando-os com um papel preponderante de entre os possíveis mecanismos susceptíveis de criar concepção. Defende também a ideia de que Darwin conseguiu encontrar um processo de concepção que dispensa a existência de uma inteligência superior, baseado na ideia de seleção natural.