Açorda à alentejana

  • açorda à alentejana

    açorda à alentejana é uma sopa típica do alentejo que, ao contrário da maioria das sopas, não é cozinhada. a receita de açorda não é universal, já que muda de zona para zona e mesmo de família para família.

    a composição básica da açorda é alho, sal, azeite, água em ebulição e pão fatiado, no entanto a esta mistura acrescentam-se ervas aromáticas como o coentro ou o poejo e pode servir-se com peixe fresco (cozido ou frito), bacalhau ou ovo (escalfado ou cozido).

    o processo de confecção passa pelo pisar do sal com a erva aromática e o alho, mistura à qual se acrescenta azeite. deita-se depois por cima a água onde se cozeu o acompanhamento, ainda fervente, e deita-se pão alentejano fatiado.[1]

    a açorda à alentejana foi um dos candidatos finalistas às 7 maravilhas da gastronomia portuguesa.

    referências

  • ver também

Açorda à alentejana

Açorda à alentejana é uma sopa típica do Alentejo que, ao contrário da maioria das sopas, não é cozinhada. A receita de açorda não é universal, já que muda de zona para zona e mesmo de família para família.

A composição básica da açorda é alho, sal, azeite, água em ebulição e pão fatiado, no entanto a esta mistura acrescentam-se ervas aromáticas como o coentro ou o poejo e pode servir-se com peixe fresco (cozido ou frito), bacalhau ou ovo (escalfado ou cozido).

O processo de confecção passa pelo pisar do sal com a erva aromática e o alho, mistura à qual se acrescenta azeite. Deita-se depois por cima a água onde se cozeu o acompanhamento, ainda fervente, e deita-se pão alentejano fatiado.[1]

A açorda à alentejana foi um dos candidatos finalistas às 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa.

Referências